segunda-feira, 16 de junho de 2014

FÓRUM DE GENEALOGISTAS

FÓRUM DE GENEALOGISTAS

   
Aconteceu no dia 17 de maio, o Fórum de Genealogistas no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul. Tendo sido realizado pela Oficina das Origens, em parceria com o Arquivo Histórico da Cúria Metropolitana de Porto Alegre e com o IHGRGS, contou também com o apoio de GenealogiaRS, além da tradicional EST Edições.
Desde cedo, era grande a expectativa dos organizadores e dos participantes. A primeira pessoa a chegar foi Maria Eunice Ortiz Câmara, entusiasmada com o dia que a esperava!
Após a abertura solene, em seguida Mário Cesar Cassel percorreu pela Genealogia, trazendo-nos conceitos e precursores, para adentrar na temática da Genealogia no RS: antecedentes. Ele nos encantou ao citar grandes nomes da genealogia brasileira e rio-grandense.
Abertura do Fórum de Genealogistas. Compondo a mesa, ao centro, Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo, Presidente do IHGRGS; à esquerda, Vanessa Gomes de Campos, representando o AHCMPA; e, à direita, Mário Cesar Cassel.
Cassel prendendo a atenção da plateia.







 






Após esse início, os participantes foram convidados a um breve intervalo, quando puderam desfrutar dos deliciosos cupcakes, uma cortesia de Mimi Cupcakes (9955 8135).



Na sequência, a Vida e Obra de três grandes genealogistas foram lembrados: Jorge Godofredo Felizardo, José de Araújo Fabrício e Paulo Juarés Pedroso Xavier.
Para nos apresentar o Prof. Felizardo, compareceu Vanessa Gomes de Campos. 
Nascido em 1901, engenheiro agrônomo de formação, desde 1929 – coincidentemente no ano que nasceu seu filho – teria iniciado as pesquisas genealógicas, tendo como ponto de partida sua própria família e a de sua esposa, Maria Paula de Azambuja. Acometido por um acidente fatal em 1966, suas pesquisas foram doadas ao Arquivo da Cúria Metropolitana. Além de diversas publicações em revistas especializadas em genealogia durante as décadas de 1930 a 1950, publicou dois livros.  
Miguel Frederico do Espírito Santo convidou-nos a conhecer um pouco mais sobre José de Araújo Fabrício, o médico oftalmologista que inaugurou temas importantes para a história do Rio Grande do Sul, partindo das pesquisas genealógicas. 
Dr. Miguel Frederico do Espírito Santo


Vanessa Gomes de Campos

Aliás, proposta recorrente em todos os grandes nomes abordados foi a abrangência de suas pesquisas: as populações fundadoras, ou seja, o alargamento das fronteiras do território gaúcho observado a partir das famílias que ocuparam, povoaram e colonizaram. 
Dr. Gustavo Py
Uma saudação à memória de Paulo Xavier foi dada pelo Dr. Gustavo Py, enfatizando a extensa produção de artigos publicados em diversos jornais, que, com imensa propriedade discutiu temas tão próprios à história regional.
No breve intervalo para o almoço, houve tempo para muitas trocas e contatos. Velhos amigos se encontraram e novas amizades surgiram: todos conectados por esse elo que emociona e nos atrai.
Houve tempo para leituras e aquisição de livros que ajudarão ainda mais na composição de muitas pesquisas. 



 Dando início à grande tarde que nos esperava, nosso novo parceiro, Nélio J. Schmitt, do GenealogiaRS apresentou seu trabalho e o grupo que tanto tem feito pela memória dos antepassados.

Ilustre representante do Colégio Brasileiro de Genealogia, Carlos Eduardo de Almeida Barata, brindou-nos com a Vida e Obra de Carlos Grandmasson Rheingantz. O espetacular trabalho de Rheingantz, que alcançou dimensões inimagináveis, foi brilhantemente representado por Cau Barata, deixando a todos de “boca aberta”.

Nossa companheira, Véra Lucia Maciel Barroso, mais uma vez nos trouxe grandes novidades, ao ler trechos da inédita entrevista de Moacyr Domingues (concedida à Ieda Gutfreind). Diligentemente selecionadas por Véra Barroso, as partes apresentadas refletiram a atuação ímpar do pesquisador na cultura gaúcha.
O último grande pesquisador apresentado foi Carlos Henrique Hunsche. Para surpresa de todos, sua viúva, D. Maria Astolfi arrebatou a todos com sua clareza e parceria, desse que tanto contribuiu à história germana.  A emoção de ouvir um depoimento de alguém tão próximo ao biografado emocionou a todos.
Para encerrar as apresentações, Diego de Leão Pufal e Adriana Weber nos perguntaram: “quem são os genealogistas?” A ideia foi demonstrar a todos a importância dessa atividade que nos aproxima – a genealogia. Porém, não podemos deixar nossas pesquisas escondidas: temos que buscar meios de divulgá-las e de compartilhá-las de modo a criarmos uma verdadeira rede de relações.

O Fórum de Genealogistas encerrou-se com o lançamento do livro de João Eduardo Monteiro Gomes, “Ascendências Rio-Grandenses – Jerônimo de Ornellas Menezes e Vasconcellos”, que também nos convidou a brindar o sucesso desse grande empreendimento que nos uniu: a genealogia!










Agradecemos a todos pelo sucesso do evento! Aos parceiros e participantes: o Fórum de Genealogistas foi mérito de todos!


Esperamos que seja uma excelente lembrança e aguardamos todos na VII Jornada de Estudos Genealógicos, que acontecerá nos dias 17 e 18 de outubro de 2014.












Um comentário:

  1. Gostaria de participar dos próximos encontros dos genealogistas.

    ResponderExcluir