segunda-feira, 21 de novembro de 2016

VIII Jornada de Estudos Genealógicos: pós-jornada


VIII Jornada de Estudos Genealógicos: pós-jornada

A VII Jornada de Estudos Genealógicos: subsídios de pesquisa, aconteceu no sábado 05 de novembro e contou com a presença de genealogistas, apaixonados pelo que fazem. Passamos um dia agradável, revendo amigos, conhecendo novos e aprendendo.
Os inventários post-mortem­ deram o “tom”, começando o dia com a explanação de Diego de Leão Pufal e Vanessa Gomes de Campos. [Os inventários post-mortem ...]
Para encerrar a manhã “com chave de ouro genealógica”, visitou-nos o Dr. Jorge Forjaz, grande pesquisador açoriano que nos deu algumas dicas da apresentação que realizou no dia 08 de novembro, dentro da programação da Feira do Livro de Porto Alegre.
À tarde, Marcelo Valadas oportunizou-nos olhar de perto os bens constantes em inventários, chamando-nos a atenção para o significado dos itens dentro do seu contexto. Exemplificou tal questão com inúmeras cascavéis que apareceram em um processo: seriam cobras? Certamente não, pois, verificando dicionários de época, é possível descobrir que se tratavam de guizos utilizados, sobretudo, na confecção roupas! [Vivem pessoas, ...]
Em seguida, Denize Leal Freitas e Jonathan Fachini percorreram os conceitos de criança, nos séculos XVIII e XIX, mostrando a grande diferença do nosso entendimento atual. Naqueles tempos, ser criança significava ser um “pequeno adulto”. Além disso, nos situaram brilhantemente nos diferentes significados de família, onde os “pequenos adultos” nasciam e cresciam. [De inocentes almas ...]
A última fala foi de Carina Martiny que nos apresentou a complexidade de documentos e informações que se pode coletar quando buscamos compreender o universo no qual determinado indivíduo se inseria.  Através de sua pesquisa, cujo “personagem principal” é Júlio de Castilhos, a historiadora contribuiu em nos mostrar seu processo investigativo e as possibilidades de relacionamento do indivíduo com a sociedade onde se inseria. [Biografias e Trajetórias]
Foi mais um evento rico, com diversas trocas, com a famosa barraquinha de livros e com uma homenagem especial ao genealogista Pérsio Buys Pinto, cujo acervo foi doado ao IHGRGS e se encontra disponível à pesquisa. Que este exemplo de compartilhamento seja seguido por todos nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário